Digital clock

domingo, 26 de julho de 2009

Das loucuras do trânsito nem santo escapa

Lutar no trânsito é como matar um dragão todo dia. Ronald Junqueiro

O trânsito em Belém é caótico e violento. E incha a olhos vistos. Quem dirige tem que pedir a proteção de todos os santos, incluindo aí os padroeiros e os santos guerreiros, como São Jorge. E nem ele mesmo escapou dessa batida na traseira. Com certeza, para o Santo é muito mais fácil lutar contra o dragão do que contra motoristas malucos que, com as bênçãos da isenção do IPI, invadem as ruas da cidade e viram armas potenciais a ameaçar a vida de todo mundo.

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Economia em alta e moral barata


Lula disse - há mais ou menos um mês, lá no Cazaquistão - estar preocupado com o que classifica como “política de denuncismo”.

Na verdade, isso indica que alguma coisa está fora da ordem.

O Brasil pode ir bem das pernas na economia, mas vai mal na moral.

No comando do país falta a palavra como ato de liderança e não como destempero e incontinência.

Aqui andam falando muita merda, cobras e lagartos. A turma da política, do planalto à planície, trata o ouvido do cidadão como se fosse penico, a começar pelo presidente.

Pelo jeito, a descarga está nas mãos erradas. O cidadão (claro que falo no cidadão de bem!) deve ser o dono da higienização, logo... é o dono da história. O resto é figuração.

quarta-feira, 15 de julho de 2009

África em nós

A campanha fotográfica África em Nós, criada pela secretaria de Estado da cultura de São Paulo convoca toda população paulista a participar através da fotografia, no que ela vê, sente e compreende sobre a presença e a herança africana no dia a dia.

O tema é a própria África, o continente mãe. Como perceber os sinais africanos? Quais os sinais perceptíveis em nossa cultura? Cada participante deve realizar sua foto mostrando como vê e sente esta África que existe perto de nós.

Visite o site da campanha http://www.africaemnos.com.br/ para ler o regulamento e participar. Fotógrafos amadores ou não podem mandar suas fotos até dia 15 de Setembro.

O curador responsável é o fotógrafo renomado Walter Firmo e a organização é pela Assessoria de Cultura para Gêneros e Etnias.

sábado, 11 de julho de 2009

A inteligência anfíbia que nos falta

A aninga convive na boa, ora na terra ora no rio. Ronald Junqueiro

Se nós vivêssemos um estado vegetativo poderíamos desenvolver outro tipo de inteligência. Parece viagem – e é, não de todo, uma viagem, sim! Passei a sexta-feira no Manjar das Garças, que gosto de chamar de Mangal das Garças. Fica em Belém do Pará, na beira do rio Guamá. Ali há um aningal que serve de exemplo da harmonia dos espaços e sua ocupação. A aninga é uma macrófita aquática. O que é? Leia logo abaixo o que catei num site.

Aninga – (Montrichardia arborescens) Espécie da família das Araceae, anfíbia. Medicinal (expectorante e cicatrizante). Servem de alimento e refúgio de peixes, répteis e mamíferos A seiva contém produtos irritantes da pele que causam dermatites. Ornamental.

Fotografei apenas um detalhe, no início da tarde, sol a pino do verão que tomou conta da cidade.

A aninga verde escura banhando-se nas águas barrentas do rio Guamá. É uma visão poética. E real. E quem disse que a realidade não pode ser expressão poética? Pelo menos contemplativamente?

sábado, 4 de julho de 2009

Aquarela na janela

Aquarela na janela. Pro dia nascer feliz. Ronald Junqueiro

Entre a luz e a sombra transitam as cores. Estamos sempre diante de uma aquarela que pode estar na moldura das nossas janelas.