Digital clock

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Zilda Arns, uma brasileira de verdade


-----
-----
Não quero postar fotos. Deixo só o sentimento que espero ser traduzido no texto. Todo brasileiro deve andar triste com a morte de dona Zilda Arns, uma mulher que serve de exemplo para mulheres e homens que acreditam que fazer o bem não depende do PODER, mas de ter o dom de juntar forças, de acreditar no coletivo. Isso faz a diferença quanto ao amor ao próximo, que deve ser coletivo, dona Zilda Arns mostrou a que veio, fez a coisa certa: salvou vidas.

Que Ser iluminado, essa mulher!

Um comentário:

Ana Luiza disse...

Pra ela dá pra gente cantar: "Se todos fossem iguais a você..."! Belo texto, Ronald-san... Beijo.